O segredo das fezes do Jacu

Semana passada começou a ser vendido na rede Suplicy de Cafés Especiais, no bairro dos Jardins, em São Paulo, um lote limitadíssimo-e-super-exclusivo-para-clientes-refinados do Jacu Bird Coffee, a versão brasileira do muito-mais-limitado-e-exclusivo café Kopi Luwak, que chega a custar R$ 2.400,00 o kilo.

O processo de fabricação do Jacu Bird Coffe é o mesmo que o do Kopi Luwak, só que ao invés catarem os grãos de café defecados por um mamífero de uma ilha no arquipélago da Indonésia, nas Filipinas, eles estão catando os grãos encontrados nas fezes do Jacu, ave que habita as zonas de floresta aqui no Brasil. Os tais grãos, depois de processados, produzem um café que é vendido por até R$ 14,00 a xícara.

O fato de existir gente que acha o máximo tomar café feito com grãos que saíram do ânus de um gato ou ave não me espanta.

O que me deixa perplexo é que, de acordo com os apreciadores destes cafés exclusivos, somente o processo digestivo destes animais selvagens é capaz de produzir um produto com aroma e sabor tão requintado. Em outras palavras, esse povo acredita que nem os grandes centros de pesquisa do mundo, com seus escpectrômetros de massa, nem mesmo o grupo de cientistas que já conseguiu mapear o genoma humano é capaz de descobrir a substância secreta que existe dentro dos intestinos dos Jacus para, assim, reproduzir tal substância em laboratório e permitir que ninguém precise mais catar grãos de café em cocô de bicho.

Pros mais interessados, informações sobre o Kopi Luwak e vídeo com a reportagem do Globo Rural falando sobre o Café Jacu.

Pros apreciadores de café que preferem grãos não digeridos por animais, recomendo o Astória Real, o melhor Café Natural do Brasil (além de uma olhada rápida em outros links interessantes sobre café).

About these ads

3 Responses to “O segredo das fezes do Jacu”


  1. 1 Ladislau 15/04/2009 às 7:17 PM

    É uma piada!
    Como existe gente que gosta de ser enrolada!
    Vou lançar um café especial também. Procuro outro bicho que também coma os frutos do cafeeiro, cato o seu cocô e vou vender caro para os pseudo refinados. kkkkk
    Vou ficar milionário!

  2. 2 célio 14/11/2014 às 3:33 PM

    eu já vivo na merda mesmo pra que vou tomar café de merda


  1. 1 Links para apreciadores de café « Dois Espressos Trackback em 12/09/2009 às 11:58 AM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS Dois Espressos   Twitter Dois Espressos   Vídeos Dois Espressos   Fotos Dois Espressos
Músicas Dois Espressos   Links Dois Espressos   Locais Dois Espressos   GReader Dois Espressos
Facebook Dois Espressos   Livros de Dois Espressos   Corridas de Dois Espressos

Última corrida

Corridas

Fotos recentes

Mais fotos

Últimos Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Última nota do Moleco

" (...) Quanto a mim, a base de minha vida vai ser uma fazenda em algum lugar onde vou produzir parte de minha própria comida, e, se necessário, toda ela. Um dia não vou fazer coisa alguma além de sentar embaixo de uma árvore para ver minha lavoura crescer (depois do trabalho devido, claro) -- e beber vinho caseiro, e escrever romances para edificar meu espírito, e brincar com meus filhos, e relaxar, e gozar a vida, e brincar, e assoar o nariz. (...) Vou viver a vida do meu jeito 'preguiçoso coisa ruim', é isso o que vou fazer."

Diário de Jack Kerouac, 23 de agosto de 1948.
Molecos Viajantes

Últimos links del.icio.us


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 40 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: