Livros devem circular (Biblioteca Pote de Mel)

Livros para a biblioteca Pote de Mel

A pilha de livros deste mês é diferente. Ao invés de colocar aqui minhas lista de leituras para fevereiro, segue abaixo minha lista de doações para a Biblioteca Pote de Mel.

A biblioteca, que funciona em uma padaria de Curitiba, não exige cadastro para retirada de livros, não estipula data para devolução das obras e nem tem nenhuma das outras burocracias das bibliotecas comuns. A filosofia da Pote de Mel é: pegue um livro e devolva quando quiser.

A iniciativa partiu do blogueio Alessandro Martins (Livros e afins, Cracatoa simplesmente sumiu e outros…) e, ao que parece, tem conquistado novos simpatizantes.

Se você também é bibliófilo e quer que o hábito da leitura seja cada vez mais difundido, tire ao menos um livro da estante e mande para a Panificadora e Confeitaria Pote de Mel, rua Conselheiro Araujo, 168, Curitiba, Paraná, CEP 80060-230. Pra quem mora no Sudeste, o envio de um livro para Curitiba, via PAC, sai por menos de R$ 5. Para os que se empolgarem e quiserem mandar mais livros, lembrem-se que o limite do PAC é de 5kg (meus livros pesaram menos de 3kg e o envio saiu por apenas R$ 16).

Na minha lista aparecem alguns dos livros e autores que considero absolutamente essenciais em qualquer biblioteca:

1. Raízes do Brasil, de Sérgio Buarque de Holanda
2. A bagagem do viajante, de José Saramago
3. As intermitências da Morte, de José Saramago
4. As pequenas memórias, de José Saramago
5. Uma aprendizagem ou o livros dos prazeres, de Clarice Lispector
6. Dom Casmurro, de Machado de Assis
7. Uma história de desamor treze vezes, de António Gregório
8. O crime do Padre Amaro, de Eça de Queirós
9. O Vermelho e o Negro, de Stendhal
10. Poesia completa de Ricardo Reis, de Fernando Pessoa
11. A alma encantadora das ruas, de João do Rio

About these ads

9 Responses to “Livros devem circular (Biblioteca Pote de Mel)”


  1. 1 Rogério Caetano 13/02/2009 às 11:01 AM

    Cara, nada contra, mas pq não fazer isso por aqui? Acho legal essas idéias, mas não seria interessante divulgarmos e criarmos esse tipo de atitude no nosso quintal?

    Abs!

  2. 2 Mr. Prawiro 13/02/2009 às 11:10 AM

    Então…

    Uma coisa não limita a outra. Podemos pegar o know-how do Alessandro Martins e tentar implementar algo semelhante aqui em JF. Topa ajudar na empreitada? Conhece algum lugar que aceitaria a proposta? Tâmo dentro se vc topar. :)

    Sobre doar para Curitiba, existem dois fatores importante:

    1. O projeto la já está pronto, em funcionamento e beneficiando pessoas.

    2. Não vejo diferença entre ajudar uma biblioteca que vai favorecer curitibanos, ou juizforanos, ou paulistanos, ou cariocas, etc… o que importa é que mais pessoas vão ler livros.

  3. 3 Alessandro Martins 13/02/2009 às 11:25 AM

    Cara,

    muito obrigado por sua doação! Aguardo ansiosamente. O pessoal lá da pote vai ficar bem feliz…

    Abraços do Ale!

  4. 4 António Gregório 14/02/2009 às 3:13 PM

    Ena, como é que o meu livro foi parar tão longe? Embora o imagine intimidadíssimo no meio do Saramago, do Assis, do Pessoa e afins – fico muito contente por o saber disponível para quem o quiser ler. Obrigado. Um Abraço.


  1. 1 Meus hábitos de leitor « Dois Espressos Trackback em 17/02/2009 às 6:39 PM
  2. 2 Blog Dois Espressos envia livros para a Biblioteca Pote de Mel | Livros e afins Trackback em 19/02/2009 às 9:37 AM
  3. 3 Biblioteca Pote de Mel « sinopse.org/blog Trackback em 15/03/2009 às 2:38 PM
  4. 4 Os inimigos dos livros « Dois Espressos Trackback em 18/10/2010 às 10:24 PM
  5. 5 Blog Dois Espressos envia livros para a Biblioteca Pote de Mel | Livros e Afins Trackback em 02/06/2014 às 7:48 PM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS Dois Espressos   Twitter Dois Espressos   Vídeos Dois Espressos   Fotos Dois Espressos
Músicas Dois Espressos   Links Dois Espressos   Locais Dois Espressos   GReader Dois Espressos
Facebook Dois Espressos   Livros de Dois Espressos   Corridas de Dois Espressos

Última corrida

Corridas

Fotos recentes

Mais fotos

Últimos Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Última nota do Moleco

" (...) Quanto a mim, a base de minha vida vai ser uma fazenda em algum lugar onde vou produzir parte de minha própria comida, e, se necessário, toda ela. Um dia não vou fazer coisa alguma além de sentar embaixo de uma árvore para ver minha lavoura crescer (depois do trabalho devido, claro) -- e beber vinho caseiro, e escrever romances para edificar meu espírito, e brincar com meus filhos, e relaxar, e gozar a vida, e brincar, e assoar o nariz. (...) Vou viver a vida do meu jeito 'preguiçoso coisa ruim', é isso o que vou fazer."

Diário de Jack Kerouac, 23 de agosto de 1948.
Molecos Viajantes

Últimos links del.icio.us


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 40 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: