Retweet #3 (cegonhas, coxambranças e trolls)

CegonhaPros que ainda não viram (saiu já tem um tempo) o novo curta da Pixar, Partly Cloudy, exibido antes do tão aguardado Up (estréia marcada para setembro no Brasil), é mais uma prova de que a DreamWorks ainda tem que comer muita feijão (via Smelly Cat).

O ilustríssimo @guilhermebriggs soltou um tweet com link para download direto de um dos muito exemplos de filmes que não têm a menor graça no audio original, mas na versão dublada são imperdíveis! Baixe AGORA “O filme mais idiota do mundo“.

Cultura FracassouVia feed do Livros e Afins, uma sentença por estupro dada por um juiz de Porto da Folha, em Sergipe, no ano de 1833. Veja qual foi a pena para o “sujeito sem vergonha que não nega as suas coxambranças e ainda fez isnoga das encomendas de sua victima”.

Pra terminar, leia o excelente texto do @marioamaya sobre flaming, trolls e cyber-bullying (via feed do Different Thinker). Segue um trecho.

A cultura fracassou. Facetas desse fracasso são a incapacidade de comunicar-se civilizadamente, porque o próprio conceito de um comportamento civilizado desmoronou. Também caracterizam nossa época a vontade exacerbada de falar e nenhuma de ouvir. A intimidação como ferramenta de prestígio social. O recurso fácil ao rótulo para classificar tudo sem precisar explicar. O desinteresse por ideias que não sejam as suas próprias. Falta de compreensão das motivações pessoais alheias. Tendência a desconsiderar a possibilidade de uma declaração conter senso de humor e ironia. Ausência de empatia com os sentimentos de quem não se conhece em pessoa. A opção primária pela ameaça para “marcar território”. A crítica que não visa comentar visando o melhoramento de algo, somente destruí-lo.

Chegamos ao ponto lamentável em que crítica e ataque, comentário e provocação, sempre são tomados como uma e mesma coisa. E a única defesa conhecida por quem assim pensa é outro ataque pior. Em apenas duas ou três respostas, já temos um flamewar.

About these ads

0 Responses to “Retweet #3 (cegonhas, coxambranças e trolls)”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS Dois Espressos   Twitter Dois Espressos   Vídeos Dois Espressos   Fotos Dois Espressos
Músicas Dois Espressos   Links Dois Espressos   Locais Dois Espressos   GReader Dois Espressos
Facebook Dois Espressos   Livros de Dois Espressos   Corridas de Dois Espressos

Última corrida

Corridas

Fotos recentes

Mais fotos

Últimos Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Última nota do Moleco

" (...) Quanto a mim, a base de minha vida vai ser uma fazenda em algum lugar onde vou produzir parte de minha própria comida, e, se necessário, toda ela. Um dia não vou fazer coisa alguma além de sentar embaixo de uma árvore para ver minha lavoura crescer (depois do trabalho devido, claro) -- e beber vinho caseiro, e escrever romances para edificar meu espírito, e brincar com meus filhos, e relaxar, e gozar a vida, e brincar, e assoar o nariz. (...) Vou viver a vida do meu jeito 'preguiçoso coisa ruim', é isso o que vou fazer."

Diário de Jack Kerouac, 23 de agosto de 1948.
Molecos Viajantes

Últimos links del.icio.us


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 40 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: