As 10 cenas mais perturbadoras

10 cenas perturbadoras

Antes, duas breves definições:

Faces mutiladas, víceras expostas e outras coisas feitas por Freddy Krueger, Jason Voorhees e Leatherface não entram na minha categoria de perturbador, mas sim na de grotesco. Espíritos de pequenos garotinhos japoneses, meninas cabeludas saindo de um poço na TV e poltergeists também não são perturbadores, são aterrorizantes.

Repulsa e espanto passam logo que a cena acaba, mas imagens realmente perturbadoras e psicologicamente violentas continuam incomodando mesmo após o final do filme.

10º lugar: Entrando na mente de um serial killer.

No filme A Cela (The Cell, 2000), a cena em que Catherine (Jennifer Lopez) entra pela primeira vez na mente de Carl (Vincent D’Onofrio). Para mim, isso é o mais próximo que se pode chegar da representação de um pesadelo.

9º lugar: Masturbação com um crucifixo.

Em O Exorcista (The Exorcist, 1973), a cena em que Regan (Linda Blair, na época com 13 anos), possuída por um demônio, se masturba com um crucifixo até sangrar. Preciso dizer mais alguma coisa?

8º lugar: O porão da casa abandonada.

Apesar de o filme não ser lá grandes coisas, a cena final de A Bruxa de Blair (The Blair Witch Project, 1999), onde os adolescentes descem até o porão da casa abandonada, me deixou bem desconfortável na época.

7º lugar: O pecado da Ira.

Cena final de Seven (Se7ven, 1995), onde Doe (Kevin Spacey) manda entregar a cabeça da esposa de Mill (Brat Pit) em uma caixa, logo após ter dito que ela estava grávida.

6º lugar: Uma fã psicótica.

Em Louca Obsessão (Misery, 1990), Annie (Kathy Bates) quebra os dois pés de Paul Shedon (James Caan), seu autor de livros favorito, usando uma marreta. E se você achou brutal no filme, não queira ler o livro… é bem, bem pior.

5º lugar: Apenas um vídeo.

O vídeo amaldiçoado de Samara Morgan (Daveigh Chase) em O Chamado (The Ring, 2002). E não me pergunte o que há de tão perturbador nesse vídeo. Apenas apague todas as luzes, aumente as caixas de som e assista o vídeo em tela cheia.

4º lugar: Desembarque em Omaha Beach.

A cena do desembarque em Omaha Beach de O resgate do soldado Ryan (Saving Private Ryan, 1998). Uma cena tão forte e realista que chocou até os veteranos da II Guerra que assistiram o filme.

3º lugar: Com a boca no meio-fio.

Cena do filme A outra História Americana (American History X, 1998), quando Derek Vinyard (Edward Norton) manda um dos caras que tentavam roubar seu carro colocar a boca aberda sobre o meio-fio e… bom… veja a cena.

2º lugar: Procurando uma palha no agulheiro.

Em Jogos Mortais II (Saw II, 2005), a cena em que Amanda (Shawnee Smith) tem que procurar uma chave dentro de um poço cheio de seringas de vidro e agulhas. Para mim é a cena mais perturbadora dentre todas da série Jogos Mortais.

1º lugar: O final de filme mais perturbador.

Nenhum final de filme me deixou tão incomodado quanto o de Requiem para um sonho (Requiem for a dream, 2000). Dentre todos os personagens, o final que mais me choca e entristece é o de Sara Goldfarb (Ellen Burstyn).

Anúncios

5 Responses to “As 10 cenas mais perturbadoras”


  1. 1 Cristiano Cuty 09/12/2008 às 11:16 AM

    Meus dentes doem só de pensar na cena da boca no meio-fio! Cruzes!

  2. 2 Krol 12/02/2009 às 7:48 PM

    concordo em todos os níveis com o comentário sobre Requiem for a Dream (apesar de que o destino das outras personagens, e o filme todo, não é muito menos perturbador)

  3. 3 Renan 16/04/2009 às 11:25 PM

    cara boa lista!!!

    mas acho q falto um filme q eh bem sem noção… 1408!

    ou o final da Caverna do Medo, a mulher fica o filme inteiro tentando escapar, no final , quando ela sai, era soh um sonho e ela ainda tava la dentro, todos q entraram morreram, soh ficou ela, sem falar q a ceverna eh cheia d uns bixos muito lazarentos :O

  4. 4 Renan 16/04/2009 às 11:26 PM

    sem falar a fita do filme O Chamado… q mostra uma junção de cenas bem perturbadoras…

  5. 5 twelvesouth bookbook 05/01/2012 às 5:19 AM

    Superb position suitable here. I absolutely liked what you needed to say. Keep likely since you absolutely bring a new voice to this topic. Not many individuals would say what youve said and nonetheless allow it to be intriguing. Effectively, no less than Im fascinated. Cant wait around to see much more of this from you.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS Dois Espressos   Twitter Dois Espressos   Vídeos Dois Espressos   Fotos Dois Espressos
Músicas Dois Espressos   Links Dois Espressos   Locais Dois Espressos   GReader Dois Espressos
Facebook Dois Espressos   Livros de Dois Espressos   Corridas de Dois Espressos

Última corrida

Corridas

Fotos recentes

Últimos Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Última nota do Moleco

" (...) Quanto a mim, a base de minha vida vai ser uma fazenda em algum lugar onde vou produzir parte de minha própria comida, e, se necessário, toda ela. Um dia não vou fazer coisa alguma além de sentar embaixo de uma árvore para ver minha lavoura crescer (depois do trabalho devido, claro) -- e beber vinho caseiro, e escrever romances para edificar meu espírito, e brincar com meus filhos, e relaxar, e gozar a vida, e brincar, e assoar o nariz. (...) Vou viver a vida do meu jeito 'preguiçoso coisa ruim', é isso o que vou fazer."

Diário de Jack Kerouac, 23 de agosto de 1948.
Molecos Viajantes

Últimos links del.icio.us


%d blogueiros gostam disto: