Educação musical e literária no Brasil #FAIL

Situação 1 – Juiz de Fora, MG.

Estava eu olhando livros em uma dessas livrarias-mega-store da vida quando uma funcionária abordou um comprador da fileira ao lado para oferecer ajuda:

— Bom dia! Está procurando algum livro específico?
— É… eu queria O crime do Padre Amaro.

A funcionária foi até um dos computadores da loja, acessou o sistema para procurar pelo livro e respondeu ao cliente:

— Hmmm… desculpe, estamos em falta. Quer que eu encomende?

Ao que cliente pensa e responde:

— Não, não… mas… tem alguma outra coisa do Padre Amaro?

Eça de Queirós

*DIN-DIN-DIN-DIN-DIN* (som de alarme no meu cérebro).

Olhei discretamente para o adolescente com uniforme escolar que pedia pelo livro e, quando começava a lamentar o fracasso da educação brasileira, ouvi a funcionária responder:

— Padre Amaro? Deixa eu ver aqui no sistema…
— …
Não, nenhum livro do Padre Amaro.

o.O

_______________

Situação 2 – Rio de Janeiro, RJ.

Há umas 2 semanas minha mãe passeava por uma loja de CDs no Rio quando um senhor entrou e perguntou ao vendedor:

— Boa tarde… por favor, vocês têm CD ou DVD da Maria Callas?

O vendedor, com ar de quem pensa “nossa… que sujeito burro” responde:

— O senhor quer dizer Mariah Carey, né?… Um momento que eu vou buscar.

o.O [x2]

2 Responses to “Educação musical e literária no Brasil #FAIL”


  1. 1 Kaique Sanches 12/03/2009 às 1:04 AM

    REVOLTANTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Parabéns pelo blog!!!
    abraço

  2. 2 Loraine 18/04/2009 às 12:25 AM

    Nao e so no Brasil… eu moro nos EUA e outro dia fui a Barnes and Noble para tentar comprar um livro do Saramago em portugues. Perguntei ao vendedor se eles tinham o livro em portugues e ele me acompanhou a secao de livros importados. Me mostrou varios livros do Saramago em espanhol. Aqui, senhora, os livros, disse ele. Eu respondi: mas eles estao em espanhol! Ele retrucou: mas nao e tudo a mesma coisa?
    Dureza, ne?!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS Dois Espressos   Twitter Dois Espressos   Vídeos Dois Espressos   Fotos Dois Espressos
Músicas Dois Espressos   Links Dois Espressos   Locais Dois Espressos   GReader Dois Espressos
Facebook Dois Espressos   Livros de Dois Espressos   Corridas de Dois Espressos

Última corrida

Corridas

Fotos recentes

Mais fotos

Últimos Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Última nota do Moleco

" (...) Quanto a mim, a base de minha vida vai ser uma fazenda em algum lugar onde vou produzir parte de minha própria comida, e, se necessário, toda ela. Um dia não vou fazer coisa alguma além de sentar embaixo de uma árvore para ver minha lavoura crescer (depois do trabalho devido, claro) -- e beber vinho caseiro, e escrever romances para edificar meu espírito, e brincar com meus filhos, e relaxar, e gozar a vida, e brincar, e assoar o nariz. (...) Vou viver a vida do meu jeito 'preguiçoso coisa ruim', é isso o que vou fazer."

Diário de Jack Kerouac, 23 de agosto de 1948.
Molecos Viajantes

Últimos links del.icio.us


%d blogueiros gostam disto: