Coisas de gente branca

O blog Stuff White People Like tem pouco mais de 1 ano e já foi citado em outros blogs (nem é tão novidade assim). A idéia do autor é escrever posts onde ele relaciona atividades, produtos e conceitos que, na perspeciva dele, são “coisas de gente branca”.

moleskine_pocket_plain_notebookO mais engraçado ao ler esse blog é perceber que ele realmente relaciona, post após post, gostos bem característicos de gente branca. A lista que tem itens como café, vinhos, produtos Apple, música indie, reciclagem, bicicletas, saber o que é melhor para pessoas pobres, vintage, sushifaz qualquer pessoa branca se sentir um clichê ambulante.

Um dos últimos posts fala especificamente de um produto “de gente branca” que eu gosto muito: Moleskines.

De acordo com o blo:

Levando em conta que pessoas brancas se consideram muito criativas, podemos imaginar que elas precisem constantemente de produtos e acessórios que lhes permitam ‘capturar’ suas idéias e pensamentos. Um dos produtos mais populares nos últimos anos têm sido os cadernos moleskine.

Esse tipo de caderno costuma ser bem caro e foi bastante popular entre escritores e artistas do passado. Nem é preciso dizer que só essas duas características fazem dele o produto perfeito para pessoas brancas. De fato eles até servem de exemplo para mostrar que gente branca gosta de praticamente qualquer coisa que tenha sido utilizada por escritores e artistas de outras épocas: máquinas de escrever, diários, suicídio, heroína e trens são outros bons exemplos.

Como praticamente todas as outras coisas de que pessoas brancas gostam, moleskines são consideravelmente mais caros do que cadernos de notas comuns sem que, no entanto, nenhuma funcionalidade seja acrescentada. Felizmente, se levarmos em conta que pessoas brancas só guardam em seus moleskines suas idéias mais originais e criativas, muitas acabam comprando apenas um destes cadernos durante toda sua vida.

Entretanto, a popularização destes pequenos cadernos não ocorre sem que alguns problemas sejam percebidos. Uma situação intrigante na qual seus proprietários costumam se ver envolvidos é estar sentado em uma cafeteria com seu moleskine aberto sobre o teclado de seu notebook Apple. Você deve se perguntar por que eles precisam de tantos aparatos para guardar seus pensamentos? Bem, o que acontece é que se uma pessoa branca tem uma grande idéia, ela anota em seu moleskine, se for apenas uma boa idéia, ela anota no computador.

Isso não faz apenas com que pessoas brancas mantenham suas idéias organizadas, mas serve também de sinal para as outras pessoas brancas ao redor de que aquele é um sujeito verdadeiramente criativo. É como um sinal luminoso dizendo: “Eu não estou usando meu computador apenas para verificar meus e-mails ou ler fofocas, eu o estou usando para criar algo artístico. Sinta-se à vontade para fazer perguntas sobre o que estou fazendo”.

Portanto, quando você vir uma pessoa branca com um moleskine, você deve sempre perguntar a ela em que tipo de projetos ela tem trabalhado durante seu tempo livre. Mas atenção, você não deve jamais pedir para ver o que está escrito no moleskine, a menos que queira saber “como ela pretende transformar aqueles 5 números de telefone e uma lista de compras em um best seller?”

Se você é uma pessoa branca que lê em inglês e tolera bem críticas contundentes ao seu estilo de vida, vale a pena dar uma olhada na lista com mais de 100 coisas bem características de gente branca.

_______________

1. Tradução minha a partir do post original em inglês.

2 Responses to “Coisas de gente branca”


  1. 1 Leo Bragança 16/05/2009 às 10:45 AM

    Realmente é uma crítica contundente, mas acaba sendo um pouco preconceituosa (o blog original, não seu post). Não são produtos “projetados” para brancos. Se são eles os maiores usuários, ok, mas daí a dizer “coisa de gente branca”. Mas foi legal descobrir esse blog. Lendo com bom humor, fica até divertido. Abraços!


  1. 1 Belstaff Herren Jacke Trackback em 31/03/2014 às 12:39 AM

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS Dois Espressos   Twitter Dois Espressos   Vídeos Dois Espressos   Fotos Dois Espressos
Músicas Dois Espressos   Links Dois Espressos   Locais Dois Espressos   GReader Dois Espressos
Facebook Dois Espressos   Livros de Dois Espressos   Corridas de Dois Espressos

Última corrida

Corridas

Fotos recentes

Mais fotos

Últimos Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Última nota do Moleco

" (...) Quanto a mim, a base de minha vida vai ser uma fazenda em algum lugar onde vou produzir parte de minha própria comida, e, se necessário, toda ela. Um dia não vou fazer coisa alguma além de sentar embaixo de uma árvore para ver minha lavoura crescer (depois do trabalho devido, claro) -- e beber vinho caseiro, e escrever romances para edificar meu espírito, e brincar com meus filhos, e relaxar, e gozar a vida, e brincar, e assoar o nariz. (...) Vou viver a vida do meu jeito 'preguiçoso coisa ruim', é isso o que vou fazer."

Diário de Jack Kerouac, 23 de agosto de 1948.
Molecos Viajantes

Últimos links del.icio.us


%d blogueiros gostam disto: