Um ano lendo quadrinhos – A Lista

No post anterior, quando falei sobre minha decisão de passar 2010 lendo apenas graphic novels, esqueci de comentar que, justamente por não entender do assunto, preciso de dicas de leitura.

As primeiras recomendações vieram do Aleph Ozuas, da Corrupiola.

Coloquei os nomes dos tradutores para saber se alguém tem algum comentário. Devo ler alguma dessas histórias na versão original?

1. Umbigo sem fundo, de Dash Shaw (tradução de Érico Assis).

2. Black Hole, de Charles Burns (tradução de Daniel Pellizzari).

3. Área de segurança Gorazde: a guerra da Bosnia Oriental 1922-1995, de Joe Sacco (tradução de Sérgio Augusto Miranda).

4. Uma História de Sarajevo, de Joe Sacco (tradução de Cris Siqueira).

5. Derrotista, de Joe Sacco (tradução de Cris Siqueira).

Graphic Novels

Chegaram também as dicas do @thiroux.

6. Persépolis, de Marjane Satrapi (tradução de Paulo Werneck)

7. Fun Home, de Alison Bechdel (tradução de André Conti)

8. Maus, de Art Spiegelman (tradução de Antonio Macedo de Soares)

9. Os Supremos, de Mark Millar & Bryan Hitch (tradução de Jotape Martins e Fernando Lopes)

Graphic Novels 2

E o irmão @kadutheway recomenda.

10. From Hell, de Alan Moore (importado)

11. Batman: A piada mortal, de Alan Moore (tradução de Ideraldo Domingos)

12. 1602 – Edição Definitiva, de Neil Gaiman (tradução Helcio de Carvalho e Marcelo de Castro Bastos)

13. Fumaça e Espelhos: Contos e Ilusões, de Neil Gaiman (tradução de Claudio Blanc)

Graphic Novels 3

E então… que outras graphic novels devo ler em 2010?

_______________

NOTA: A @CarolaRodrigues mandou várias dicas, mas algumas tem uma característica meio problemática pra mim: são séries muito, muito longas. Se eu pegar, por exemplo, Lobo Solitário, que tem mais de 20 volumes, cada um com mais de 300 páginas, vou passar 2010 inteiro lendo só uma história. :)

9 Responses to “Um ano lendo quadrinhos – A Lista”


  1. 1 carola rodrigues 14/01/2010 às 11:51 PM

    sin city
    bone 1 vol.
    v de vingança
    a casta dos metabarões
    Watchmen
    usagi ojimbo
    Sandman
    Morte, a vida é uma festa
    Morte, o grande momento da vida
    Batman Ano 1
    Astrocity
    Batman Cavaleiro das Trevas
    Asilo Arkham
    Marvels
    Kingdom Come
    Nausica
    Lobo solitário
    Samurai executor

    reitero o black hole

    Acho que dá para começar.

  2. 2 Bárbara 14/01/2010 às 11:56 PM

    Compartilhe tuas impressões das Graphic Novels que ler. =)

    Assumo que conheço poucas GNs, me entendo um pouco melhor com comic books. Destes, recomendo Rex Mundi (principalmente), Sandman e V de Vingança.

    Abraços!

  3. 3 Thiroux 15/01/2010 às 12:08 AM

    Mauz, Persépolis, Fun Home… São todos no gênero auto-biográfico e são muito bons, sendo q minha preferencia segue a ordem que eu citei.

    Não sei se curte o genero super-heróis, tem coisa muito boa nessa seara também, como Watchmen e Supremos…

    Abraço,

  4. 4 Leidi 15/01/2010 às 8:50 AM

    Persépolis é muito bom, e Maus tbm, os dois eu li traduzidos, o último que li foi Pixu do Fábio Moon, é bem intrigante e um pouco dificil de entender a lógica mas as ilustrações dão um show.

  5. 5 Felipe 15/01/2010 às 12:52 PM

    Bone: One Volume Edition. Li 700 páginas num único dia. :-)

  6. 6 Kadu 15/01/2010 às 1:31 PM

    – O Edifício (Will Eisner)
    – Batman – A Piada Mortal (Alan Moore – Roteiro)
    – From Hell (Alan Moore – Roteiro)
    – Um Contrato com Deus (Will Eisner)
    – Liga Extraordinária (Alan Moore – Roteiro)
    – Qualquer do Neil Gaiman

    Essas eu lembrei de cabeça…

    Tem uma sobre um mundo dominado por animais mecânicos, mas não lembro o nome…

    Ckvmeb

  7. 7 Mário Moreno 10/03/2010 às 12:38 PM

    Olá,

    Creio que mais da metade dos livros que li em 2009 foram grafic novels, o projeto foi bem parecido com o seu, a lista é muito boa, li quase todos, e vou considerar os que não li adicionando-os a minha lista.

    Recomendo alguns bons que li:

    * Palestina – Joe Sacco
    * Epileptico – David B. (dois volumes)
    * Vida louca – Jaime Martín
    * Local: Fim da Jornada/ Local: Ponto de Partida – Brian Wood & Ryan Kelly (no Brasil são dois volumes)

    Também vale a pena conferir o “Genesis” em que o grande mestre Robert Crumb ilustra sem sensura o primeiro livro da bíblia, é talvez o maior lançamento de HQ em muitos anos. Pesquise também os quadrinhos “10 pãeazinhos” de dois irmão brasileiros superpremiados no mundo inteiro, as histórias e a arte são ótimas.

    Espero ter ajudado.

    Mário Moreno

  8. 8 beatriz 18/05/2010 às 6:35 PM

    oi!! chegando humildemente para te dizer o que eu indicaria… coisas com as quais comecei a leitura de hqs… diria que indispensáveis seriam v de cingança e sandman, mas este último se encaixa na tua ressalva de séries muito longas, enfim… mas para sentir a arte gráfica do maravilhoso Dave mackeen, eu te diria então para ler o Batman Asilo Arkham que foi desenhado por ele… E também o lindo Orquídia Negra, que é parceria dele com o roteirista do Sandman, o neil gaiman.
    Tb indicaria umas coisas mais underground, tipo os quadrinhos do Robert Crumb!! =)
    Espero ter ajudado, boas leituras em 2010 pra ti, hehe!
    Abração

  9. 9 beatriz 18/05/2010 às 6:36 PM

    v de vingança ;)


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




RSS Dois Espressos   Twitter Dois Espressos   Vídeos Dois Espressos   Fotos Dois Espressos
Músicas Dois Espressos   Links Dois Espressos   Locais Dois Espressos   GReader Dois Espressos
Facebook Dois Espressos   Livros de Dois Espressos   Corridas de Dois Espressos

Última corrida

Corridas

Fotos recentes

Mais fotos

Últimos Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Última nota do Moleco

" (...) Quanto a mim, a base de minha vida vai ser uma fazenda em algum lugar onde vou produzir parte de minha própria comida, e, se necessário, toda ela. Um dia não vou fazer coisa alguma além de sentar embaixo de uma árvore para ver minha lavoura crescer (depois do trabalho devido, claro) -- e beber vinho caseiro, e escrever romances para edificar meu espírito, e brincar com meus filhos, e relaxar, e gozar a vida, e brincar, e assoar o nariz. (...) Vou viver a vida do meu jeito 'preguiçoso coisa ruim', é isso o que vou fazer."

Diário de Jack Kerouac, 23 de agosto de 1948.
Molecos Viajantes

Últimos links del.icio.us


%d blogueiros gostam disto: