Posts Tagged 'Arte'

Pilha de livros para outubro de 2010

E retomando as atividades por aqui… segue minha lista de leituras para esse mês.
Livros para outubro de 2010
1. A Memória vegetal, Umberto Eco.
2. Sociologia da Cultura, Laurent Fleury.
3. Os 100 livros que mais influenciaram a humanidade, Martin Seymour-Smith.
4. A espetacular arte de desenhar quadrinhos, Lederly Mendonça.
5. Da cor à cor inexistente, Israel Pedrosa.
_______________

Que tal ter um círculo do inferno só pra você?

Quaresma, tempo litúrgico de conversão… mas não para Eugenio Merino, criador da obra “Starway to Heaven” (Escada para o paraíso) que, ironicamente, deve ter garantido ao artista espanhol a honra de ser uma das poucas pessoas a ter seu próprio círculo no inferno (abaixo do círculo dos pedófilos e logo acima do círculo para onde vão as pessoas que falam ao celular dentro do cinema).

A obra de Merino retrata 3 homens rezando, um em cima do outro: um muçulmano, sobre ele um sacerdote católico e acima dos dois um rabino judeu, todos segurando seus respectivos livros sagrados — a Alcorão, a Bíblia e a Torá.

Mas não pense você que, quando morrer, Eugenio vai pro inferno de classe econômica. A passagem de 1ª classe ele consseguiu com a obra que pode ser vista ao fundo: uma metralhadora Uzi com um menorá (candelabro ritual judaico) saindo do cano.

Obra de Eugenio Merino

Em tempo: a obra foi vendida por 45 mil Euros (cerca de R$112 mil) para um colecionador belga que, ao que parece, também quer conquistar seu direito a uma cobertura de frente para o mar das almas perdidas.

Via G1.

Ganhei um mini-livro Vovólima! :)

Lembram do concurso Vovólima, promovido pela .marcamaria, sobre o qual falei na semana passada?

Pois é… EU SOU UM DOS GANHADORES!

vovolima

Já enviei o e-mail com meus dados para o Tio . faso e assim que receber meu mini-livro com “dedicatória especial e direito a carimbinho e numeração do .marcamaria” eu tiro algumas fotos e mostro pra todo mundo.

E se você ainda não conhece a .marcamaria… ou os mini-mis … ou a Vovólima (shame on you!), não sabe o que está perdendo.

Mais moleskines: Urban Sketchers & ‘skine Art

Para ilustradores, designers, entusiastas dos moleskines ou apenas para quem busca um pouco de inspiração, seguem duas sugestões de links com imagens fantásticas: a comunidade Urban Sketchers, no Flickr, e o site ‘skine.art.

No segundo link, recomendo começar pelas galerias de Rob Carey Susan Rudat, duas de minhas favoritas.

UPDATE: E após um breve bate-papo por e-mail com a Susan, temos uma nova imagem para o cabeçalho do Dois Espressos. Virei fã de vez!

UPDATE#2: Aproveite para participar do projeto Molecos Viajantes.

Clichês de Arte Contemporânea na Bienal de SP

Produzir uma instalação, vídeo, foto ou qualquer outra obra sobre o nada é um dos clichês que mais abomino na arte cotemporânea. Ninguém tolera mais tamanha palhaçada.

Pois foi justamente isso que os curadores Ivo Mesquita e Ana Paula Cohen decidiram fazer com todo o segundo andar do Pavilhão Ciccillo Matarazzo, no Parque do Ibirapuera, durante a 28ª Bienal de São Paulo. Segundo os curadores, a obra (sic) “planta livre” tem os objetivos de “enfatizar a arquitetura do prédio, rompendo com o formato tradicional” e “propor uma reflexão sobre o sistema das bienais, a Bienal de São Paulo como um estudo de caso.”

Pra mim, permanece a impressão de que, hoje em dia, todas as artes se resumem a arte retórica. A instalação, escultura, foto, vídeo ou o que for, por si só, não quer dizer nada. O que transforma aquela grande babaquice em arte — digna de ser exibida numa bienal — são os comentários herméticos do autor/curador, que normalmente utiliza para descrever sua obra expressões inócuas que ele tirou de algum texto de Sartre. Ou melhor! Basta ele usar o Fabuloso Gerador de Lero Lero e dizer que “num sentido pictórico-lúdico, a obra reflete a desconstrução metafórica dos paradigmas da arte contemporânea e garante uma interessante oportunidade para verificação das posturas dos órgãos dirigentes com relação às suas atribuições”. Aí sim, um andar vazio de um prédio transforma-se, magicamente, em arte.


RSS Dois Espressos   Twitter Dois Espressos   Vídeos Dois Espressos   Fotos Dois Espressos
Músicas Dois Espressos   Links Dois Espressos   Locais Dois Espressos   GReader Dois Espressos
Facebook Dois Espressos   Livros de Dois Espressos   Corridas de Dois Espressos

Última corrida

Corridas

Fotos recentes

Últimos Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Última nota do Moleco

" (...) Quanto a mim, a base de minha vida vai ser uma fazenda em algum lugar onde vou produzir parte de minha própria comida, e, se necessário, toda ela. Um dia não vou fazer coisa alguma além de sentar embaixo de uma árvore para ver minha lavoura crescer (depois do trabalho devido, claro) -- e beber vinho caseiro, e escrever romances para edificar meu espírito, e brincar com meus filhos, e relaxar, e gozar a vida, e brincar, e assoar o nariz. (...) Vou viver a vida do meu jeito 'preguiçoso coisa ruim', é isso o que vou fazer."

Diário de Jack Kerouac, 23 de agosto de 1948.
Molecos Viajantes

Últimos links del.icio.us