Posts Tagged 'Literatura'

Os inimigos dos livros

O trecho abaixo, retirado das primeiras páginas do livro “A memória vegetal”, de Umberto Eco, me fez lembrar da fantásitca Biblioteca Pote de Mel, organizada pelo Alessandro Martins, do Livros e Afins. Uma biblioteca verdadeiramente amiga dos livros.

“Há outros inimigos dos livros: aqueles que os escondem. Há muitos modos de esconder os livros. Não criando uma rede suficiente de bibliotecas volantes, escondem-se os livros, que afinal custam dinheiro, das pessoas que não os podem comprar. Dificultando o acesso às bibliotecas, de tal modo que  para pedir dois livros seja necessário preencher dez fichas e esperar uma hora, subtraem-se os livros aos seus consumidores normais. Também se escondem os livros abandonando nossas grandes bibliotecas históricas à deterioração. É preciso combater aqueles que escondem os livros, porque são tão perigosos quanto as brocas.”

Fiz uma doação para a BiblioPote há algum tempo e acho que você deveria fazer o mesmo.

José Saramago… obrigado por tudo.

Pra terminar, uma de suas frases… que manterei indefinidamente no cabeçalho do blog:

“Estamos afundados na merda do mundo e não se pode ser otimista. O otimista, ou é estúpido, ou insensível ou milionário” — José Saramago, dezembro de 2008.

José Mindlin, uma vida entre livros…

Ex Libris de José MindlinPrecisei passar horas tentando escrever um texto sobre a vida de José Mindlin — que morreu hoje, aos 95 anos — para me dar conta de que nada que eu escreva fará com que as pessoas entendam sua importância. É preciso ser um bibliófilo para entender a importância de José Mindlin.

Assim sendo, limito-me a transcrever um trecho de Uma vida entre livros: Reencontros como tempo, livro de memórias escrito por Mindlin, publicado em 1996.

Em relação aos livros, não tenho o fetiche da propriedade. Sinto-me mais como um depositário do que um proprietário, usufruindo, é verdade, do prazer que eles proporcionam, mas visando sempre preservar uma herança do passado, e conservar o que se faz de bom agora, com o propósito de transmitir tudo isso para o futuro. Tenho procurado desenvolver uma atividade cultural em várias frentes, facilitar a estudiosos a pesquisa na biblioteca, promover edições de obras úteis e reedição de outras esgotadas que considero importantes. Desenvolver, em suma, um trabalho que é uma das minhas razões de ser na vida.

_______________

Textos relacionados

Os quase 20 livros que li em 2009 (retrospectiva)

Meus hábitos de leitor

Os quase 20 livros que li em 2009 (retrospectiva)

Inspirado na lista de 32 livros lidos pelo André Gazola, do Lendo.org, e aproveitando que faltam 15 dias para o fim do ano, vou começar minha retrospectiva com uma lista dos livros que li (ou quase li) em 2009.

Assim como o André, qualifiquei os livros usando um sistema simples de estrelas, baseado exclusivamente no meu julgamento sobre o que achei bom ou ruim (mas não leve muito a sério meus julgamentos, afinal, estamos falando de um sujeito que não gosta de Clarice Lispector).

1. O Valor do Design, Guia da ADG Brasil ★★☆☆☆
2. O testamento do trovador, de James Cowan ★★★☆☆
3. Sobre a Literatura, de Umberto Eco ★★★★☆
4. Manual do Arquiteto Descalço, de Johan Van Lengen ★★★★☆
5. E a história começa: 10 brilhantes inícios de clássicos…, de Amós Oz ★★★☆☆
6. A viagem do elefante, de José Saramago (interrompido)
7. Paris é uma festa, de Ernest Hemingway (interrompido)
8. Além da revisão – critérios para revisão textual, Aristides Coelho Neto ★★★★★
9. Memórias de minhas putas trites, de Gabriel García Márquez ★★★☆☆
10. Watchmen – Edição definitiva, de Alan Moore & Dave Gibbons ★★★★★
11. Dom Quixote de La Mancha – Vol. 2, de Miguel de Cervantes (ainda lendo)
12. Uma história da literatura, de Alberto Manguel ★★★★☆
13. Por uma gastronomia brasileira, de Alex Atala ★★☆☆☆
14. A peste, de Albert Camus ★★★★☆
15. Montanhas da mente, de Robert Macfarlane ★★★★★
16. No teu deserto, de Miguel Sousa Tavares ★★☆☆☆
17. Simplicidade voluntária, de Duane Elgin (abandonado)
18. Seis passeios pelos bosques da ficção, de Umberto Eco ★★★☆☆
19. Almanaque Armorial, de Ariano Suassuna (ainda lendo)
20. Perdidos na Toscana, de Affonso Romano de Sant’Anna (ainda por ler)

Se você leu algum(ns) dos livros e discorda da minha qualificação, gostaria de ouvir sua opinião.

Se você acha Clarice Lispector o máximo e me considera um completo idiota por não gostar dos escritos dela… sim… eu sei que sou um idiota. Ela é fantástica e eu sei exatamente o que você pensa a meu respeito. Sinto o mesmo por pessoas que não gostaram de O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de La Mancha.

_______________

E já que está por aqui, aproveite pra conhece meus hábitos de leitor.

UPDATE: o Felipe Arruda também montou sua lista de leituras.

Pilha de livros para dezembro de 2009

Pilha de livros dezembro 2009

Almanaque Armorial, de Ariano Suassuna (R$40, Saraiva)

Perdidos na Toscana, de Affonso Romano de Sant’Anna (R$42, Saraiva)

_______________

Veja também as pilhas de livros dos meses anteriores.

E já que está por aí, conheça também meus hábitos de leitor.

Clássicos adaptados para os quadrinhos

Costumo dizer que se a partir de hoje nenhum novo livro fosse publicado, o tempo que me resta de vida não seria suficiente para ler todos os grandes clássicos da literatura mundial. Tendo em minha relação de não lidos alguns dos livros de Dostoiévski, Kafka, Shakespeare, Faulkner, Flaubert, Garcia Márquez, Homero, Thomas Mann e Virginia Woolf, só pra citar alguns, não dá pra perder tempo lendo Stephanie Meyer ou Dan Brown.

Meu primeiro contato com os clássicos aconteceu no começo dos anos 90, quando eu tinha uns 14 anos, através de uma coleção de histórias em quadrinhos chamada Clássicos Ilustrados. Eram edições semanais com adaptações de obras clássicas como Moby DickHamlet, O Conde de Monte CristoGrandes EsperançasA Ilha do Dr. MoreauA Queda da Casa dos UsherO Morro dos Ventos UivantesA Letra EscarlateA Ilha do Tesouro e Cyrano de Bergerac (links para a versão .pdf dos quadrinhos de 1990).

Não consigo pensar numa forma melhor de despertar em crianças e adolescentes a paixão pelos grandes clássicos da literatura mundial.

Se você concorda e curte quadrinhos — principalmente adaptações de clássicos — vai gostar de saber que começou a pré-venda de “O Hobbit”, de J.R.R. Tolkien, ilustrado por David Wenzel.

Abaixo, 3 páginas de “O Hobbit” ilustrado (imagens de divulgação – clique para ampliar).

_______________

AVISO AOS LEITORES

O link da pré-venda de “O Hobbit” que aparece nesse texto é meu primeiro como integrante do Programa de Afiliados do Submarino. No entanto, a adesão a esse programa não tem como função gerar algum tipo de renda para o este blogueiro que vos fala: todo o valor arrecadado com as vendas — incluindo os valores gerados pelas compras que eu mesmo fizer — será convertido em doação de livros.

Achei que seria legal comentar.

Pilha de livros para novembro de 2009

Pilha nov/09

Montanhas da mente, de Robert Macfarlane (R$44,90, Saraiva)

No teu deserto, de Miguel Sousa Tavares (R$30, Saraiva)

Seis passeios pelos bosques da ficção, de Umberto Eco (R$36, Saraiva)

_______________

Veja também as pilhas de livros dos meses anteriores.

E já que está por aí, conheça também meus hábitos de leitor.


RSS Dois Espressos   Twitter Dois Espressos   Vídeos Dois Espressos   Fotos Dois Espressos
Músicas Dois Espressos   Links Dois Espressos   Locais Dois Espressos   GReader Dois Espressos
Facebook Dois Espressos   Livros de Dois Espressos   Corridas de Dois Espressos

Última corrida

Corridas

Fotos recentes

Mais fotos

Últimos Tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Última nota do Moleco

" (...) Quanto a mim, a base de minha vida vai ser uma fazenda em algum lugar onde vou produzir parte de minha própria comida, e, se necessário, toda ela. Um dia não vou fazer coisa alguma além de sentar embaixo de uma árvore para ver minha lavoura crescer (depois do trabalho devido, claro) -- e beber vinho caseiro, e escrever romances para edificar meu espírito, e brincar com meus filhos, e relaxar, e gozar a vida, e brincar, e assoar o nariz. (...) Vou viver a vida do meu jeito 'preguiçoso coisa ruim', é isso o que vou fazer."

Diário de Jack Kerouac, 23 de agosto de 1948.
Molecos Viajantes

Últimos links del.icio.us